Estão previstas inaugurações de diversos empreendimentos na área do turismo no Brasil para os próximos anos. Gramado, cidade turística no Rio Grande do Sul, terá, ano que vem, a Vila da Mônica, novo parque de diversões, que prevê um investimento de cerca de R$ 40 milhões. O espaço ocupará uma área de quase 11 mil m² e terá mais de trinta atrações.

No setor hoteleiro, a ampliação do número de leitos e acomodações é uma realidade no Brasil e foi constatada pela 15ª edição do Panorama da Hotelaria Brasileira, produzida pela HotelInvest em parceria com o Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (Fohb). A pesquisa aponta que 147 hotéis urbanos, distribuídos por 97 cidades brasileiras, serão implementados até 2025, totalizando um investimento de R$ 6,1 bilhões, índice semelhante ao registrado antes da pandemia.

A rede internacional de hotéis Hard Rock, comandada pelo Grupo VCI, possui mais de 190 empreendimentos em 59 países, e agora incluiu o Brasil em seu portfólio com o anúncio de oito novos hotéis no país até 2028. As unidades de São Paulo, Fortaleza e Ilha do Sol, região Norte do Paraná, já estão na fase final. Apenas a unidade paranaense contará com aporte de R$ 400 milhões e vai gerar mais de vinte mil empregos diretos e indiretos. Segundo previsões do Hard Rock, os empreendimentos de Recife e Natal devem ser entregues em 2024, Foz do Iguaçu em 2025, Campos do Jordão em 2027 e Jericoacoara em 2028.

Resort

A Paraíba também terá sua oferta de hotéis e atrativos ampliada após a implantação do Polo Turístico Cabo Branco, maior polo turístico planejado do Nordeste. O complexo possui uma área de 654 hectares, cercado pela maior reserva ambiental do Estado, com 35 lotes, sendo dezenove para o setor hoteleiro, cinco para o setor de animação, dez para comercial e serviços e um para o setor de eventos. Os empreendimentos Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort, o Amado Bio & Spa Hotel e o Surf World Park já estão autorizados a construir no local e juntos devem injetar cerca de R$ 600 milhões na economia. As atrações devem atrair 2,5 milhões de turistas por ano ao Estado, o que irá representar uma movimentação financeira de R$ 2 bilhões e gerar mais de 4.680 empregos diretos e indiretos na fase operacional.

Outro empreendimento milionário promete movimentar a cidade de Barra de Santo Antônio, em Alagoas. O resort Vila Galé, localizado na praia de Carro Quebrado (foto), está em estágio avançado de construção e deve ser finalizado em 2022. Com investimento de cerca de R$ 150 milhões, o espaço é considerado um dos maiores empreendimentos hoteleiros das Alagoas, com 513 quartos, seis restaurantes, cinco bares, boate, spa, oito salas de reunião e um parque aquático infantil.

Fonte: Vanessa Castro, da Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo