AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.8 min

PUBLICADO EM

16/10/2020

O brasileiro terá novas atrações para conhecer até 2023. São investimentos em parques aquáticos, resorts e rodas-gigantes e resorts que estão e vão gerar emprego e renda à população e diversificar a oferta turística do Brasil.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, afirma que “sempre trabalhamos por um ambiente de negócios mais competitivo, com mais parcerias e oferta turística. Inclusive, criamos uma Secretaria Nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões do Ministério do Turismo para apoiar o desenvolvimento do país”.

Um dos investimentos que devem ser inaugurados até o final do ano é a roda-gigante FG Big Wheel, na orla de Balneário Camboriú (SC). O novo ponto turístico vai proporcionar uma vista panorâmica do mar catarinense a 82 metros acima do nível do mar e deve receber entre 450 e seiscentos mil visitantes ao ano.

“A FG Big Wheel será um equipamento cultural que irá projetar, ainda mais, a cidade como um destino turístico. Um novo cartão-postal, assim como ocorreu nos maiores destinos turísticos no mundo, como Londres, Las Vegas, Chicago e Hong Kong”, destaca Altevir Baron, diretor de Mercado e de Marketing da FG Empreendimentos.

São Paulo não vai ficar atrás e será sede de uma das maiores rodas-gigantes da América Latina com 90 metros de altura. Ela ficará dentro do Parque Cândido Portinari, às margens do Rio Pinheiros. O ponto turístico contará com 42 cabines climatizadas, visão panorâmica 360º, além de área de conveniência. O projeto está previsto para ser inaugurado até o final de 2021.

Praia de Carneiros

Novo resort na Praia de Carneiros. Foto: Gramado Parks

Já no mês que vem terá início a construção de outra roda-gigante na região Sul. A atração, localizada em Foz do Iguaçu (PR), tem previsão de ser inaugurada no próximo ano e é administrada pela Gramado Parks, também responsável pela Rio Star, no Rio de Janeiro. O grupo prevê, ainda, a construção de mais quatro atrações similares até 2023, além de dois parques aquáticos e dois resorts, localizados em Gramado (RS) e na Praia dos Carneiros (PE).

A construção do complexo na praia pernambucana de Carneiros contará com um aporte de R$ 380 milhões e vai gerar 1,6 mil empregos diretos e indiretos. A previsão é que o parque comece a operar em 2022 com expectativa de receber cerca de trezentos mil visitantes nos primeiros doze meses da abertura.

Nos próximos anos, o Brasil deve avançar ainda mais no ramo dos parques aquáticos e resorts. Além dos já consolidados Thermas dos Laranjais (SP), Beach Park (CE), Hot Park (GO), entre outros, o país agora conta com o recém-inaugurado Pratagy Acqua Park, em Maceió (AL), que recebeu cerca de R$ 35 milhões em investimentos.

Em Andradina, cidade próxima à divisa de São Paulo e Mato Grosso do Sul, está em andamento a construção do parque e resort Acqualinda que possui uma área total de 371 mil m² e contou com investimento de R$ 500 milhões. A expectativa é que, após a abertura, prevista para o próximo ano, a nova atração crie dois mil postos de trabalho diretos e indiretos.

Fonte: Ministério do Turismo

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS