AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.5 min

PUBLICADO EM

05/02/2016

A Middas Reserva, fabricada em Dracena (SP), é uma cachaça equilibrada, suave e com um leve adocicado. Antes de mais nada, isso se dá por causa de sua maturação em barris de carvalho francês de primeiro uso. Além disso, o que dá um reluzente destaque da bebida é a adição de flocos de ouro comestível de 23k vindos da Alemanha. Um toque de luxo.

A bebida foi desenvolvida por Leandro Dias, CEO da marca Middas, com base nos mesmos princípios aplicados para os cognacs mais caros do mundo. Essa experiência veio após uma visita à França em que ele buscou inspiração para novas produções. Leandro trouxe na bagagem alguns barris de carvalho francês de primeiro uso com a mesma tostagem da madeira utilizada pelos melhores cognacs do mundo. Daí deixou a cachaça armazenada por alguns anos.

Flocos de ouro

O processo produtivo ainda contou com o acompanhamento de um dos mais conceituados master blender de cachaça do mundo: o pós-doutor pela USP Leandro Marelli. Ele foi o responsável pela elaboração de seu blend limitado nesta produção limitada apenas a mil garrafas.

“Durante a apreciação, sente-se um leve toque de caramelo, amêndoas, canela e notas aromáticas adocicadas de mel. Isso corre devido à formação de vanilina e ácido vanílico, fruto da armazenagem em barris de carvalho francês de primeiro uso e com um levíssimo toque de amburana”, explica Marelli.

A Middas Reserva vem com um frasco contendo os flocos de ouro comestível importado da Alemanha. É o próprio consumidor que dá seu toque de ouro ao adicioná-los à cachaça. Venda pela internet. Preço: R$ 230,00.

Publicado no Aeroporto Jornal – março/2016

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS