AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.4 min

PUBLICADO EM

05/06/2009

Abriu, em São Paulo, o La Mar Cebicheria Peruana, cozinha peruana, o mesmo do chef Gastón Acurio que têm restaurantes, além de Lima, no
Peru, em São Francisco, Santiago, Costa Rica e Cidade do México.

A unidade paulista reproduz a costumeira alegria das cebicherias, envolvendo serviço, ambiente, música e a autenticidade da cozinha.

No menu do La Mar Cabicheria Peruana há um grande número de Entradas e Píqueos, como o Anticucho La Mar (espeto de polvo na brasa com chimichurry parrillero e batata) e a Plancha La Mar (camarões, unhas de caranguejo e cogumelos ao pisco-laranja).

As especialidades da casa são os ceviches (peixes cortados em cubos ou frutos do mar, com cebola e pimentas marinadas em limão), Causas (bolinho de batatas com limão e ajis peruanos, cobertas com os mais diversos sabores) e Tiraditos (descendentes dos cebiches, com a diferença do corte do peixe, pois são servidos em lâminas finas). O cardápio do La Mar apresenta, ainda, sopas peruanas (sudados), pratos principais (Tacu-tacus – preparado com arroz, feijão e pimenta -, Arrozes – versão peruana para risotos -, massas e saltados.

Publicado no Aeroporto Jornal – junho/2009

O ceviche

Ceviche ou cebiche, é um prato da culinária peruana baseado em peixe cru marinado em suco de limão ou lima ou outro cítrico. O essencial é que o pescado seja branco (sem muita gordura, nem músculo vermelho, como o sangacho do atum), mas de carne firme; camarãolagosta ou mesmo polvo podem também ser usados.

Laranja-azeda também pode ser usada, mas um cítrico que lhe dá um gosto especial é a lima, um pequeno limão com a casca e a polpa esverdeadas.

Um importante ingrediente da preparação do cebiche é o “leche de tigre”, suco feito com o peixe marinado na lima com os outros componentes. O nome “leite” se deve à de cor branca e o “tigre” ao fato desse molho ser usado no Peru para curar “ressacas” e para dar força a quem o ingere.

Outros ingredientes “obrigatórios”, pelo menos no Peru onde é considerado o “prato nacional”, são a cebola e o piri-piri ou pimenta (no sentido brasileiro). Ingredientes acessórios, mas aparentemente muito importantes naqueles países, são as algas , o milho, ou a batata-doce, ou seja, um “legume” para dar mais “consistência” ao prato. A salsa, o coentro e outros “cheiros verdes” também são quase sempre utilizados.

Pode servir-se como entrada, acompanhado com milho tostado, milho fervido (mote) e batata doce (camote). Ou pode ser o prato principal de uma refeição, acompanhado com batatas “portuguesas” ou doces cozidas, ou milho cozido.

Fonte: Wikipédia

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS