AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.7 min

PUBLICADO EM

24/11/2020

A temporada de verão se aproxima e quem planeja viajar para destinos turísticos tradicionais do país, como Angra dos Reis (RJ), agora tem mais uma opção de transporte, além dos acessos de carro e ônibus. A Azul Conecta começou a ofertar voos comerciais de curta duração à cidade a partir de aeroportos de grande movimento, como Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ). A ação possibilita otimizar o tempo de viagem dos turistas, transformando horas de estrada em minutos a bordo de aviões.

Além de Angra dos Reis, também terão voos comerciais regulares as cidades gaúchas de Canela e Torres; Itanhaém e Ubatuba, em São Paulo; Paraty e Búzios no litoral do Rio de Janeiro; a capixaba Guarapari; e Jericoacoara, no Ceará. Os voos diários serão ofertados no período de 14 de dezembro e 31 de janeiro de 2021. Em alguns destes destinos, a chegada de voos comerciais é inédita.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destaca que a iniciativa, neste cenário de retomada do turismo, deve fortalecer o setor. “Já estamos vivenciando a retomada das viagens, com foco no turismo de proximidade justamente pela opção por destinos de curta duração. Dessa forma, a facilidade no acesso, de fato, contribuirá para ampliar a procura pelas cidades”, avalia.

As passagens para a alta estação já estão à venda nos canais oficiais da companhia aérea. Ao todo, serão 38 voos diários e a capacidade de cada um destes voos será de nove passageiros.

Angra

O município fluminense possui um dos mais belos paraísos tropicais do país, com sua baía de 365 ilhas e mais de duas mil praias.  O voo inaugural para Angra dos Reis está previsto para o dia 17 de dezembro, saindo de São Paulo. Já quem vai do Rio de Janeiro para a cidade precisará aguardar até o dia 19 de dezembro, às 9h.

O diretor do aeroporto de Angra, Marco Galvão, destacou que os voos que saem de Congonhas e Santos Dumont com conexões vão conseguir captar muito mais turistas para a cidade e possibilitar, ainda, que quem mora em Angra conheça outros destinos do país.

“Vamos ter aumento expressivo de turistas das duas capitais (Rio e São Paulo), mas também de outras cidades que podem fazer conexão. Um passageiro que sai de Brasília, por exemplo, e que queira ir para Angra dos Reis, vai para o Rio de Janeiro e, depois, com mais 40 minutos está em Angra”, diz.

A oferta de voos:

  • – Canela (RS) e Torres (RS) receberão voos vindos de Porto Alegre (RS);
  • – Itanhaém (SP) e Ubatuba (SP) receberão voos vindos de São Paulo (Congonhas);
  • – Angra dos Reis (RJ) e Paraty (RJ) receberão voos vindos de São Paulo (Congonhas) e Rio de Janeiro (Santos Dumont);
  • – Búzios (RJ) receberá voos vindos de Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (Santos Dumont);
  • – Guarapari (ES) receberá voos vindos de Belo Horizonte (MG);
  • – Jericoacoara (CE) receberá voos vindos de Fortaleza (CE).

Fonte: Ministério do Turismo

Foto: Superintendência de Comunicação Prefeitura Angra dos Reis

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS