AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.5 min

PUBLICADO EM

05/05/2015
Museu de Sant’Ana
Foto: divulgação

A cidade de Tiradentes (Minas Gerais) tem um museu dedicado exclusivamente a imagens de Sant’Ana – a mãe de Maria e avó de Jesus na iconografia católica.

Quase 300 imagens passam a ocupar a antiga Cadeia Pública da cidade, prédio histórico readequado para receber o acervo sacro arregimentado por décadas pela colecionadora Angela Gutierrez, presidente do Instituto Cultural Flávia Gutierrez (ICFG) – responsável pela gestão do novo museu.

A exemplo do Museu do Oratório (Ouro Preto) e do Museu de Artes e Ofícios (Belo Horizonte), em Tiradentes a coleção foi doada ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) com reserva de usufruto ao ICFG por 30 anos.

O acervo

As peças são obras brasileiras de diversas regiões do país: eruditas e populares, dos mais variados estilos e técnicas, produzidas, em sua maioria, por artistas anônimos, entre os séculos XVII e XIX, em materiais diversos.

No local, estão as diversas representações de Ana, de acordo com a região, o período, o material, a mão do Santeiro e também referências da cidade de Tiradentes e da cadeia onde o museu está instalado.

Além das salas de exposição, o museu conta com o espaço Largo de Sant’Ana, aberto para convivência e adequado para recepção de eventos, o local também é acessível para pessoas com deficiência. O museu funciona de quarta a segunda, das 10h às 19h e a entrada inteira custa R$ 5,00.

Publicado no Aeroporto Jornal – maio/2015

Foto do destaque: Luiz Felipe Silva Carmo/ Unsplash

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS