AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.7 min

PUBLICADO EM

05/06/2015

Tapete persa é um objeto de desejo. Os tapetes do tipo Kilim são um sucesso mundial na decoração de ambientes. Eles trazem cor, calor e textura à decoração. Contrapondo a frieza dos materiais contemporâneos e a austeridade dos tons sóbrios.

Os Kilims também adicionam um toque étnico à decoração e seu ecletismo faz com que se adapte, naturalmente, a praticamente todos os cômodos da casa.

“Kilim” (provavelmente originado da palavra persa “Gelim”, que significa “espalhar rudemente”) é o nome dado aos tapetes de lã tecidos sem nós, produzidos em muitos lugares da Ásia e do Oriente Médio, especialmente na Turquia e no Irã, país que antigamente era chamado de Pérsia.

Sua origem remonta há milênios e pode-se dizer que são uma das mais antigas tradições de design do mundo. Um Kilim não possui pilha; em vez de nós, a tecelagem é feita com laçadas através dos fios da urdidura, quase como um bordado. Outras características marcantes de um Kilim são seus desenhos geométricos e sua paleta de cores.

Os motivos destes tapetes são uma forma de escrita simbólica das tribos, herdada de suas antigas crenças xamânicas. Cada tribo e localidade têm seu próprio estilo, com padrões que podem apresentar design simples, refinado ou complexo, de acordo com a região em que o tapete foi produzido. As cores podem ser chamativas ou sóbrias, e algumas cores comuns são o vermelho, azul, verde e o amarelo, geralmente sobre um fundo escuro.

É realmente surpreendente como um objeto tão rico em cor, textura, design e história pode ser integrado com tamanha facilidade em praticamente qualquer estilo de decoração, em especial as mais arrojadas, pois quando combinados com móveis de design mais moderno dão um ar descolado e jovial ao ambiente.

Ecléticos, um tapete Kilim consegue ser ousado sem perder sua sutileza. Geralmente resistentes ao tráfego de pessoas, Kilims ficam lindos sobre o mármore ou a madeira, e também em camadas sobre outros tapetes, como os de sisal. Na cozinha, um Kilim cria um inusitado contraste com as linhas modernas de utensílios de aço inoxidável, por exemplo.

Em um ambiente neutro, um Kilim fornece, na medida certa, a quantidade ideal de cor e calor para quebrar a monotonia cromática. Em um ambiente minimalista, a riqueza de cores e design de um Kilim podem ser o foco da decoração. Tendência que nunca sai de moda, Kilims são sempre um destaque na decoração contemporânea.

O Kilim é um tapete de fácil manutenção, mas lembre-se que ele deve ser estendido de maneira uniforme e nunca sob luz solar direta. Se um tapete Kilim for colocado sob uma peça de mobiliário, uma base de feltro deverá ser colocada abaixo dos pés do móvel para melhor distribuir o peso, e a posição do tapete deve ser variada ao longo do tempo para uniformizar o desgaste. Plantas domésticas não devem ser colocadas sobre ou próximas ao tapete, pois podem danificá-lo; este deve ser mantido afastado de qualquer área úmida.

Publicado no Aeroporto Jornal – junho/2015

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS