AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.8 min

PUBLICADO EM

21/09/2020

Os planetários no Brasil estão fechados por causa da pandemia. Mas isso não vai impedir você de ver o equinócio da primavera. Amanhã (22 de setembro), às 10h, haverá um sessão gratuita que será transmitida pelo YouTube no canal da Associação Brasileira de Planetários.

Com 60 minutos de duração, durante a apresentação planetaristas vão falar sobre os movimentos da Terra, as estações do ano, as constelações e, ainda, responder perguntas.

A previsão é que o equinócio ocorra por volta das 10h31.

O que é

Na astronomia, o equinócio é definido como o instante em que o Sol, em sua órbita aparente (como vista da Terra), cruza o equador celeste (a linha do equador terrestre projetada na esfera celeste).

No referencial da Terra, o Sol se move ao longo do ano sobre a Eclíptica, que se estende sobre as treze constelações que formam o Zodíaco incluindo a constelação de Ofiúco. Entre o plano eclíptico e o plano equatorial celeste há um ângulo esférico de 23,5 graus, aproximadamente, e estes planos interceptam-se definindo uma reta. Esta reta intercepta a esfera celeste em dois pontos. Em definição equivalente, o equinócio corresponde ao momento em que o Sol, em sua trajetória ao longo do Zodíaco, encontra-se sobre um dos pontos definidos pela interseção entre o plano eclíptico, o plano equatorial terrestre e a esfera celeste.

O equinócio ocorre duas vezes no ano, em março e em setembro. No equinócio ambos os hemisférios da Terra encontram-se igualmente iluminados pelo Sol.

O ponto do céu que o Sol ocupa no equinócio de março define o ponto vernal. Devido à precessão dos equinócios, a localização do ponto vernal ao longo dos milênios não é fixa. Atualmente, encontramo-nos na era dos Peixes; ou seja, em dias atuais o ponto vernal localiza-se na constelação dos Peixes. No equinócio de setembro (equinócio da primavera) o Sol localiza-se na constelação da Virgem.

Fonte: Wikipédia

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS