AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.6 min

PUBLICADO EM

05/05/2015

Conforto é importante. Com mais de 3 milhões de milhas acumuladas em apenas uma companhia aérea e mais um punhado em outras, pode-se dizer que tenho muita “bagagem” na área. No sentido figurado, pois detesto carregar malas.

Texto: Gabriel Ganme, Medicina Esportiva e de Mergulho
Foto: Bambi Corro/ Unsplash

No começo das minhas viagens, especialmente quando acompanhava grupos de mergulho e de esqui na neve, percebia que me sentia cansado nos primeiros dias e quase sempre jogava a culpa no fuso horário, culpa aceitável para viagens longas. A semana passava e lá pelo terceiro ou quarto dia, eu já entrava em forma, só que em três dias já estaria voltando. E nesta brincadeira, mais alguns dias de cansaço.

Então passei a incorporar algumas rotinas que os viajantes deveriam considerar.

Conforto antes do embarque:

1- Evite ficar sentado o tempo todo, pois você já ficará sentado no avião por um bom tempo. Alguns aeroportos tem espaço para uma boa caminhada, mas para tal, é importante usar tênis e roupas confortáveis, afinal aquele glamour de gente chique para voar acabou.

2- Faça uma refeição leve antes de embarcar, sem muitas fibras.

3- Pessoas com varizes e tendência a trombose devem sempre viajar com meias elásticas compressivas e fazer profilaxia medicamentosa. Cuidado com a Síndrome da Classe Econômica. Fale com seu médico.

4- Evite bebidas alcóolicas, pois desidratam.

Conforto durante o voo:

1- Sente-se preferencialmente em assentos do corredor, assim conseguirá levantar bastante.

2- Faça contrações da panturrilha e da coxa. Alongue o tronco.

3- Hidrate-se. É bom levar uma garrafa de água, especialmente se estiver na classe turística, pois provavelmente não receberá a quantidade ideal de líquidos. E fazendo esta hidratação, irá ao banheiro mais vezes, o que é positivo, pois irá se movimentar.

4- Hidrate suas mucosas nasais com soro fisiológico. Se for um voo em que ficará lendo ou vendo filmes por muito tempo, procure usar colírios lubrificantes nos olhos.

Em conexões com intervalos longos:

1- Alguns aeroportos têm spas ou hotéis acoplados com academias, então se exercite. Ou opte por caminhar bastante neste intervalo.

2- Uma boa alongada e um quick massage, se estiver disponível, te ajudarão a relaxar.

Conforto na chegada:

1- Caminhe o máximo que puder, se o tempo permitir (cuidado se tiver conexões). Evite as esteiras rolantes, se puder caminhar.

2- Ao chegar ao hotel, descanse, mas tente acertar seu fuso horário da maneira mais próxima possível do novo horário. Exercícios ajudam bastante.

3- Para exercícios resistidos, na falta de uma academia, improvise. Faça flexões com o peso do corpo e se tiver conhecimento a respeito, faixas do tipo TRx podem te dar uma boa gama de exercícios.

Pode ter certeza de que essas dicas básicas irão ajudá-lo a ter mais conforto durante as viagens, de forma a minimizar a inatividade e acelerar sua adaptação.

Publicado no Aeroporto Jornal – junho/2015

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS