AUTOR

TEMPO DE LEITURA

5.3 min

PUBLICADO EM

30/03/2021

Neste momento estamos privados de viajar. Mas o mundo está se preparando para receber a todos quando for possível, então, por que não curtir os planos para sua nova viagem? Hoje vamos falar sobre sustentabilidade e turismo, o turismo sustentável e ecológico. A política de sustentabilidade dos 3Rs deve ser aplicada por ordem de importância: Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Encontramos cinco maneiras de viajar na Costa Amalfitana com base nos 3Rs para reduzir o consumo, reutilizar produtos e materiais e reciclar.

Segundo a Organização Mundial do Turismo, em inglês WTO (World Travel Organization), a definição de turismo sustentável é: “Turismo que leva em consideração seus impactos econômicos, sociais e ambientais atuais e futuros, respondendo às necessidades dos visitantes, da indústria, meio ambiente e comunidades de acolhimento”.

O turismo sustentável não é um nicho, nem um mercado, não é uma moda nem uma tendência. É uma jornada consciente que requer respeito pelo passado e sensibilidade para o futuro de todos. O turismo sustentável pode ser uma viagem solo, uma viagem com amigos, uma lua de mel ou uma viagem em grupo. É a atitude que faz com que o que é ecologicamente correto se transforme em ação.

Eco mobilidade

Vamos começar com o primeiro “R”, vamos Reduzir.

Na Costa Amalfitana, Itália, a gente tem tudo ao nosso alcance a poucos passos. Os locais até dizem que é uma cidade na medida homem. Por exemplo, na cidade com menos de 1 km (Atrani) tudo está à mão com um passeio agradável. Use a distância a seu favor e caminhe entre as cidades. Uma rota interessante é Minori e Maiori, ou Atrani e Amalfi, a menos de 1 km de distância.

Quando se pensa em mobilidade ecológica, imediatamente se lembra que o transporte mais eficaz no litoral é o ferry. Além de rápido e prático, é ecologicamente correto, pois representa, de fato, a única alternativa ecologicamente correta ao transporte congestionado.

Ainda nos transportes, pensamos em tecnologia e a Costa Amalfitana permite-nos viajar limpos. Com mais de dez estações de carregamento, você pode viajar com carros elétricos sem problemas. Aqui você encontra um artigo sobre o qual falamos sobre carros elétricos. Ainda mais sustentável é escolher um carro econômico ou elétrico e planejar a rota para reduzir as emissões de CO2.

Se pretende um meio de transporte alternativo, a ideia de partilhar scooters na Costa Amalfitana surgiu através do acordo Enit, o distrito turístico, que permite viajar ao longo da Costa sobre duas pequenas rodas.

Sua garrafa, a água de todos

O R do Reaproveitamento contribui significativamente para a economia de recursos renováveis, utilizados para produzir cada vez mais bens de consumo, pois quando reaproveitamos um produto, simplesmente dedicamos mais tempo ao seu uso.

Traga sua própria garrafa. A famosa garrafa de água é um bem necessário, especialmente quando se trata da Costa Amalfitana. Aqui, estamos rodeados por várias fontes com água doce, fria e potável. Você sempre encontrará fontes perto da igreja, nas praças ou nos caminhos. Aproveite essa praticidade, reaproveite sua garrafa, você fará bem ao seu bolso e ao planeta.

Aplicativo da coleta

Jogue o lixo no lugar certo. O nosso terceiro R é Reciclar. A maioria das cidades tem coleta separada para o público dar um destino certo para o seu lixo.

De acordo com dados de 2019 do Ispra, Instituto de Pesquisa do Ministério do Meio Ambiente da Itália, o país produziu 500 kg de resíduos urbanos para cada cidadão.

O lixo deve ser considerado um problema de toda a sociedade e não um problema individual, pois para reciclar é preciso separar primeiro os tipos de lixo, depois a ideia de reduzir o lixo único e colocar a coleta seletiva também na rua. Na Costa Amalfitana temos opções de coleta seletiva na rua, mas lembre-se de fazer sua lição de casa no aluguel por temporada em que estiver hospedado.

A coleta seletiva é o símbolo da reciclagem, separando o joio do grão. O que não podemos e o que podemos reciclar. Dando vida a novos produtos e reaproveitando a mesma matéria-prima. A boa notícia é que, segundo Ispra a coleta seletiva cresceu em 2019 mais de 3% em relação a 2018, atingindo 61,3% da produção nacional, (percentual que dobrou em relação a 2008, passando de cerca de 9,9 milhões de toneladas a 18,5).

Graças à tecnologia, conseguimos mapear os aterros para a coleta seletiva de lixo e sabemos o dia exato em que o molhado, o plástico, o alumínio ou o papel são jogados fora. O aplicativo Junker é uma novidade que ajuda turistas e moradores a simplificar a coleta seletiva e ser sustentável.

Consumir produtos locais

Ficar, dormir e acordar na Costa Amalfitana é uma experiência única. Ter a oportunidade de tomar um aperitivo à noite e ver o nascer do sol nas ruas desertas é algo que só aqui encontra.

Use os meios locais beneficiando a economia e a comunidade. R para Reduzir também significa saborear alimentos, peixes, frutos do mar e frutas locais. Porque além de consumir um produto fresco, evita-se o transporte de alimentos não locais.

Plastic Free

Sem canudos, sem sacos plásticos e sem garrafas de plástico.

Dizer isso é importante, especialmente quando se trata do plástico. Traga sua sacola de tecido ECO Bag na viagem. Aqui na Itália, uma sacola plástica no supermercado ou loja custa de € 0,05 a € 0,10 (de R$ 0,34 a R$ 0,68). Todos os 3Rs estão envolvidos aqui e é uma atitude simples que pode mudar a situação dos oceanos, onde hoje milhares de animais sofrem com o descarte de dejetos no mar.

Dizer não ao canudo de plástico pode ser algo pequeno, um ato simples, mas pode realmente mudar uma realidade. Conhecer os 3 Rs da sustentabilidade e repensar nossos hábitos de consumo é essencial para transformar o desenvolvimento sustentável.

Priscilla Santos da Silva, é uma brasileira que mora em Na Costa Amalfitana, no sul da Itália, formada em Relações Internacionais e mestranda em Diplomacia que atua no turismo há mais de oito anos prestando serviços na área governamental e privada. @estudantenomade @acostaamalfitana

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS