AUTOR

TEMPO DE LEITURA

3.3 min

PUBLICADO EM

01/09/2021

Os “olhos do universo” estão perto do Brasil. O Chile é um dos centros da astronomia mundial e, por isso, o destino perfeito para a observação do céu e de diversos fenômenos astronômicos. Com os céus mais limpos do hemisfério Sul, o país oferece diversas experiências que conectam o homem ao universo, trazendo sensação de imensidão e liberdade para um cenário pós-pandemia.

Visitas a observatórios

Os céus das regiões do Norte chileno como Antofagasta e São Pedro do Atacama oferecem as condições ideais para a contemplação das estrelas por conta do clima árido do deserto. Porém, regiões centrais como o Valle del Elqui e Cajón del Maipo têm ao seu favor os baixos índices de poluição luminosa, oferecendo também astroturismo de primeira qualidade.

Observação de estrelas

Os céus mais puros e translúcidos do planeta estão no Chile. A natureza, geografia, clima e posição no mundo, fazem dos seus céus uma verdadeira janela para o universo.

O astroturismo é uma experiência única de contato com a natureza, e com ofertas do Norte ao Centro do país, o Chile se torna o lugar perfeito para desfrutar da imensidão do universo longe dos grandes centros urbanos.

Instalações astronômicas

Por conta de suas condições geográficas e climáticas, o Chile é o lar mundial do desenvolvimento de projetos astronômicos de primeiro nível. Ao todo, são quarenta observatórios internacionais, universitários, públicos e privados que operam no território, incluindo 27 disponíveis para visitas turísticas.

Confira quais são os destinos chilenos para visitação de observatórios astronômicos:

Da região de Antofagasta até Biobío, o Chile oferece a experiência de astroturismo, porém, a região de Coquimbo concentra 51% dessa oferta, se tornando uma cidade referência.

Alguns dos observatórios que podem ser visitados no Chile:

La Silla

Localizado próximo ao Deserto do Atacama, o Observatório La Silla está longe de qualquer contaminação luminosa, e por isso, aproveita as noites mais escuras do mundo para presenciar imagens únicas dos céus estrelados.

Mamalluca

Localizado no Valle del Elqui, o Observatório Mamalluca oferece tours com contemplação dos céus a olho nu e em quatro telescópios que contam com tecnologia de primeira.

Las Campanas

O Observatório Las Campanas está localizado a apenas 27 km do Observatório La Silla, no Deserto do Atacama. Foi construído em 1969 para abrigar telescópios refletores de 40 e 100 polegadas. Hoje, seus visitantes podem desfrutar de telescópios refletores de 6,5 metros de última geração.

Alfa Aldea

Localizado em Coquimbo, o Observatório Alfa Aldea está na região com maior oferta astroturística do Chile. Proporciona uma experiência única para que os visitantes observem os céus estrelados por meio de telescópios gigantes, trazendo a sensação de misticidade para o local

Porém, a diversão temática não termina por aí. Além de aproveitar a imensidão dos céus chilenos em observatórios tecnológicos, existe uma oferta enorme de atividades exóticas relacionadas ao astroturismo.

No país é possível realizar passeios sob a luz da lua, jantares e degustações de vinho ao ar livre com observação do céu, caminhadas, cavalgadas e até mesmo trilhas noturnas por regiões montanhosas, de onde é possível observar milhares de estrelas a olho nu.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sernatur

 

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS