AUTOR

TEMPO DE LEITURA

3.1 min

PUBLICADO EM

05/09/2017

VOCÊ JÁ SABE QUE PARA TER SUCESSO NO MUNDO DOS NEGÓCIOS É IMPORTANTE CONHECER O PERFIL DO SEU INTERLOCUTOR. Informações básicas como: seu papel dentro da empresa, sua formação profissional, seu perfil de comunicação. Você também certamente levantará todas informações pertinentes à empresa que ele representa.

Mas quando falamos de negócios em outros países, ter em conta os padrões culturais de comportamento podem ajudá-lo na preparação para uma reunião de negócios bem-sucedida.

Vai além de estar com o idioma em dia. Aqui, na coluna, já tratamos da importância da primeira impressão e da comunicação não verbal.

O aperto de mão, por exemplo. Especialistas ressaltam a importância das mensagens transmitidas em um aperto de mão. Estudos apontam que um “simples” aperto de mão pode representar o equivalente a três horas de interação; outros apontam que ele tem impacto na hora de escolher um candidato para uma vaga de emprego.

No Brasil ele deve ser feito de maneira firme (sem quebrar ossos), breve e mantendo contato visual. Sorrisos são bem-vindos. É o cumprimento oficial no mundo corporativo, mesmo entre homens e mulheres.

Mas em outras culturas? As características de um bom aperto de mão variam muito de país para país. Veja:

Estados Unidos: o gesto deve ser firme e decidido, assim como acontece aqui no Brasil.

Reino Unido e França: ao contrário dos americanos, os britânicos e os franceses não gostam de apertos de mão fortes. No caso dos britânicos é recomendado que se estabeleça uma maior distância física (cerca de um metro). 

China: assim como acontece com os ingleses, o aperto precisa ser suave, e aqui acompanhado por uma leve reverência com a cabeça e jamais acompanhado de contato visual. A idade tem um papel importante na etiqueta chinesa. É preciso começar o cumprimento sempre pela pessoa mais velha – o que, diga-se de passagem, é muito gentil.

Marrocos: suavidade e gentileza também são as características do aperto de mão marroquino. O cumprimento só ocorre entre dois homens, ou entre duas mulheres.

Austrália: mulheres não trocam apertos de mão com outras mulheres. Na hora de cumprimentar um homem, a mulher costuma ser a pessoa que inicia o gesto.

México e Turquia: a longa duração é a característica típica do aperto de mão desses países. Homens também costumam se abraçar depois do cumprimento. Na Turquia aplicar força é visto como grosseria.

Rússia: homens e mulheres se cumprimentam com aperto de mãos apenas em encontros de negócios. Além disso, é comum que o homem sempre beije a mão da mulher (aqui no Brasil não, por favor!).

Tailândia: não costumam trocar apertos de mão. O costume é unir as duas mãos na altura do peito e fazer uma reverência com o corpo. O gesto deve ser espelhado pela outra pessoa.

Conhecer o comportamento de cada cultura não só aumenta a oportunidade de ter sucesso nos negócios, como enriquece suas práticas pessoais e profissionais. Educação e compreensão cultural serão bem-recebidos por qualquer pessoa, mostra que você se preparou e se preocupa com o outro; é gentil. E gentileza e bons tratos são bem-vindos em qualquer país, em qualquer situação e refinam a maneira como você será percebido.

E você, como gostaria de ser visto?

Karla Giacomet, consultora de Imagem

www.karlagiacomet.com.br

Publicado na Now Boarding – setembro/2017

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS