A Ayla Smart House é uma casa de temporada adaptada à prevenção da Covid-19. Localizada em Pirenópolis, 120 km de Goiânia, a casa tem 37 m², foi idealizada por Neylon Jacob e Nelton Xavier de Barros. Adriano Lena, mestre de obras, ajudou a executar o projeto.

A casa é funcional e inteligente. Ao acordar, ela diz “Bom dia!” e já começa a preparar seu café. “Adotamos também o conceito smart para que as pessoas tenham o mínimo de contato com os objetos. A automação passou a ser uma aliada porque muitos comandos podem ser dados por meio do comando de voz, como ligar luzes e ar-condicionado”, destaca Jacob.

Os hóspedes, por exemplo, serão lembrados de seus compromissos durante a estadia na smart house por meio do programa Google Nest, que proporcionará ao hóspede programar toda a sua agenda e receber notificações por meio de uma voz inteligente instalada na casa. “O espaço é praticamente todo automatizado. Também foi pensada em uma máquina de café para prepará-lo antes mesmo da chegada do turista, de modo que ele escolhe o melhor horário para isso, bastando saber o horário preciso para se configurar a máquina. O fogão também será aceso por indução, garantindo a segurança para os visitantes”, diz Jacob.

No living, um cinema de aproximadamente 150’ smart que possibilita o acesso a plataformas de streaming pelo comando de voz. “O check-in e check-out, além das compras e pagamentos de tudo o que for consumido no local será feito de maneira digital, sem contato humano, por meio de um sistema próprio com o site”, detalha o empreendedor.

Luar

Batizada de Ayla, nome de origem hebraica e que significa luz do luar, Jacob explica a escolha do nome pela existência de duas janelas sobre a cama da smart house que possibilita uma linda vista do luar nas serras da região.

Com capacidade de receber duas pessoas, a Ayla é toda feita toda de madeira de eucalipto tratado e ipê roxo.  Com dois pavimentos, no mezanino, está o quarto do casal com uma cama queen size. Embaixo, a cozinha americana e o living, com um cinema e um deck de 2,5m x 5m com banheira de hidromassagem e bistrô.

A iluminação natural será outra característica da casa, são cinco janelas de 1,5 metro x 1 metro. Em busca pela sustentabilidade, ela conta com aquecimento solar para a banheira de hidromassagem e o chuveiro. A cobertura é feita com telhas ecológicas onduline, proveniente de fibras vegetais recicladas e com processo produtivo de baixo impacto ambiental.

Shambala Piri

A Ayla é a sétima casa com conceito voltado para a convivência com a natureza na estância Shambala Piri, pequena estância de casas de temporada voltada para o ecoturismo. A casa, que teve incentivo da Goiás Fomento, tem como referência o Movimento Pés Descalços, que propaga a busca por uma vida mais livre e simplificada.

Fonte e fotos: Assessoria de Imprensa