AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.6 min

PUBLICADO EM

27/06/2020

O Passeio Público de Curitiba tem um novo equipamento: um coreto digital. Será a surpresa para os curitibanos e turistas quando o Passeio for reaberto, quando a Prefeitura permitir a volta dos parques e unidades de conservação.

O antigo coreto deu lugar a uma versão digital, um encontro de tradição e inovação no mais antigo parque da cidade.

Ao conhecer o local, o prefeito Rafael Greca afirmou que “nenhuma outra cidade no mundo tem um instrumento de difusão cultural tão veemente e tão ‘no meio da praça’ quanto este”. “Ao invés da banda antiga, temos a modernidade de todas as mídias, a possibilidade de trazer a cultura e o artista para onde o povo está”, comemorou.

No local, haverá sessões de cinema, concertos musicais, contações de história, intervenções de videodança, mostras artes visuais, além dos conteúdos institucionais da Prefeitura. 

Estará de forma permanente a versão digital da exposição Curitiba Tempo e Memória. Parte dos projetos do programa FCC Digital (que começaram a ser desenvolvidos por causa da pandemia, do distanciamento social) também serão veiculados. 

O prefeito Rafael Greca foi conhecer a estrutura pronta nesta quinta-feira (25/6), acompanhado pelo vice-prefeito, Eduardo Pimentel; pelas secretárias municipais do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, e da Comunicação Social, Monica Santanna; e pela presidente da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), Ana Cristina de Castro.

Parque revitalizado

O Coreto Digital ocupa a antiga estrutura erguida pelo prefeito Cândido de Abreu ainda em 1915. A construção ganhou uma grande tela curva de LED, com 25 metros lineares por 2 metros de altura e um sistema de som.

A intervenção faz parte do projeto de revitalização do parque, que teve a primeira etapa entregue pouco antes do Natal do ano passado, trabalho da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

A revitalização faz parte, ainda, do programa Rosto da Cidade, de recuperação do Centro Histórico de Curitiba. Os trabalhos incluíram limpeza e recuperação dos lagos, do playground, recomposição do pedrisco dos caminhos, do paisagismo e da vegetação com novas flores e árvores, entre outras intervenções.

“O coreto digital vem para completar esse resgate histórico do Passeio Público como roteiro das famílias curitibanas, o que esperamos voltar a ver muito em breve”, reconheceu a secretária do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias. 

Cultura e arte no Passeio

O Coreto Digital é um dos mais novos projetos culturais da Prefeitura de Curitiba. Sua programação ficará a cargo da FCC, por meio do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC). As exibições, com previsão de planejamento a cada dois meses, se integram à programação e à linha curatorial do Cine Passeio.

“Será mais um espaço dedicado à cultura, uma plataforma inovadora de conteúdos audiovisuais, um palco virtual onde todas as linguagens artísticas poderão conviver em harmonia”, ressaltou a presidente da FCC. “Garantimos amplo acesso da população, além da produção e divulgação dos artistas da cidade”, completou.

Fonte: Prefeitura Municipal

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS