AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.5 min

PUBLICADO EM

21/08/2020

A Organização Mundial da Saúde (OMS) espera que a crise sanitária mundial provocada pelo novo coronavírus Sars-CoV-2 possa ser resolvida em menos de dois anos, informou o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse hoje (21 de agosto).

Durante a tradicional coletiva de imprensa sobre a Covid-19, Tedros lembrou que a pandemia anterior, a gripe espanhola que atingiu a humanidade em 1918, durou dois anos.

“Hoje o vírus está se movendo mais rápido porque as conexões estão aumentando, mas ao mesmo tempo temos mais tecnologia e conhecimento para detê-lo”, afirmou.

Ao ser questionado por um jornalista sobre a pandemia na África do Sul, Tedros aproveitou o momento para classificar os casos de corrupção em torno dos equipamentos de proteção individuais (EPI) usados para evitar a contaminação do novo coronavírus como “assassinato”.

“Se os trabalhadores da saúde trabalharem sem equipamento de proteção individual, eles arriscam suas vidas e também colocam em risco a vida das pessoas a quem cuidam”, acrescentou.

De acordo com o diretor da OMS, a corrupção “é um crime e é um assassinato” e, portanto, “tem que acabar”.

Fonte: Ansa

O que é COVID-19

Os coronavírus são uma grande família de vírus comuns em muitas espécies diferentes de animais, incluindo camelos, gado, gatos e morcegos. Raramente, os coronavírus que infectam animais podem infectar pessoas, como exemplo do MERS-CoV e SARS-CoV. Recentemente, em dezembro de 2019, houve a transmissão de um novo coronavírus (SARS-CoV-2), o qual foi identificado em Wuhan na China e causou a COVID-19, sendo em seguida disseminada e transmitida pessoa a pessoa.

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria (cerca de 80%) dos pacientes com COVID-19 podem ser assintomáticos ou oligossintomáticos (poucos sintomas), e aproximadamente 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória, dos quais aproximadamente 5% podem necessitar de suporte ventilatório.

Quais são os sintomas

Os sintomas da COVID-19 podem variar de um resfriado, a uma Síndrome Gripal-SG (presença de um quadro respiratório agudo, caracterizado por, pelo menos dois dos seguintes sintomas: sensação febril ou febre associada a dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza) até uma pneumonia severa. Sendo os sintomas mais comuns:

  • Tosse
  • Febre
  • Coriza
  • Dor de garganta
  • Dificuldade para respirar
  • Perda de olfato (anosmia)
  • Alteração do paladar (ageusia)
  • Distúrbios gastrintestinais (náuseas/vômitos/diarreia)
  • Cansaço (astenia)
  • Diminuição do apetite (hiporexia)
  • Dispnéia ( falta de ar)

Como é transmitido

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de:

  • Toque do aperto de mão contaminadas;
  • Gotículas de saliva;
  • Espirro;
  • Tosse;
  • Catarro;
  • Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, talheres, maçanetas, brinquedos, teclados de computador etc.

Fonte: Ministério da Saúde

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS