AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.3 min

PUBLICADO EM

26/05/2020

A Latam Airlines entrou com um pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos no dia 26 de maio. Por conta da crise causada pela pandemia do novo coronavírus. Muita gente acha que a Latam faliu. Vamos entender?

A “reorganização” da companhia, que surgiu da fusão entre a chilena LAN e a brasileira TAM, tem o objetivo de “garantir a sustentabilidade no longo prazo”, informou em nota oficial. A decisão afeta, além dos trabalhos nos Estados Unidos, as subsidiárias no Chile, Peru, Colômbia e Equador, e não atinge, no momento, as operações na Argentina, Brasil e Paraguai.

“A Latam entrou na pandemia de Covid-19 como um grupo de companhias aéreas saudável e lucrativo, mas circunstâncias excepcionais resultaram em um colapso na demanda global que não apenas levou a aviação a praticamente uma paralisação, mas também mudou o setor para o futuro próximo“, afirmou em nota oficial o CEO da Latam, Roberto Alvo.

Ainda conforme o comunicado, a empresa vem implementando “uma série de medidas difíceis para mitigar o impacto dessa disrupção sem precedentes no setor, mas, no fim das contas, esse caminho é a melhor opção para estabelecemos as bases certas para o futuro do nosso grupo de companhias aéreas”.

A Latam ainda informou que há discussões com os “governos no Chile, Brasil, Colômbia e Peru para apoio na obtenção de financiamento adicional, na proteção de empregos sempre que possível e na minimização de disrupções nas operações”. 

Fonte: Ansa

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS