AUTOR

TEMPO DE LEITURA

8 min

PUBLICADO EM

14/08/2021

Ir à Praia do Rosa, Imbituba, Litoral Sul de Santa Catarina, é viajar para uma outra vibe. Só um exemplo: as lojas só abrem depois do almoço e ficam abertas até à noite no chamado Centrinho, onde é o agito local. São pouco mais de 2 km de extensão de praia de areias brancas e mar azul entre a Praia Rosa Sul e a Norte, passando pela Praia do Meio. É neste pedaço que está a Hospedaria das Brisas.

E a história desta hospedagem tem pegada familiar. Ali, na Estrada Caminho do Alto do Morro, a gaúcha Fernanda Kalil tinha uma casa de veraneio que era ponto de encontro de amigos que disputavam suas quatro suítes. Fernanda, que adora viajar, em 1994 resolveu empreender e colocar em prática o que sempre procurou nos hotéis onde ficava: não só boas acomodações, mas um serviço amigável, que goste de receber pessoas e com uma atmosfera que conecte o hóspede ao local. Surgiu, assim, a Hospedaria das Brisas.

SANTA CATARINA COM DESCONTO

BALNEÁRIO CAMBORIÚ A PARTIR DE

R$ 606,59

3 diárias + Aéreo + Hospedagem com Café da Manhã

 

Suíte

O conceito é de estalagem. São apenas dezessete apartamentos – cinco, as suítes rústicas, na casa original. As outras doze são suítes luxo, modernas, com lareiras, ar-condicionado e uma confortável rede na sacada. Um conselho: ao chegar e pensar “vou dar uma descansadinha” não se deixe levar pelo conforto da cama que parece abraçá-lo como que a aprisioná-lo para uma longa soneca. Você vai dormir maravilhosamente bem.

Horta orgânica

A Hospedaria é dividida pela rua – mas isto não é um problema. Do lado direito, a recepção, a piscina e a jacuzzi, um lounge para curtir um tempo de descanso, e uma sala de massagem. Neste lado está, sob o comando da chef Jessica Cordeiro o restaurante Refúgio do Pescador, onde é servido o café da manhã das 8h30 às 11h. Depois, o Refúgio só abre para o jantar, das 19h às 23h. Os produtos são locais e as receitas aproveitam a horta orgânica da Hospedaria. Agora, no inverno, o destaque do cardápio é o Fondue em Dois Passos (R$ 240 para duas pessoas) com a parte salgada e a doce. Começa com filé mignon e camarão que podem ser aquecidos na pedra ou no molho de queijo brie acompanhados com pão de fermentação natural (maravilhoso), batata cozida, aipim crocante, brócolis, molho de alho, de pesto e chimichurri; depois ganache de chocolate meio amargo, frutas da estação e farofa de castanhas.

Piscina com jacuzzi ao fundo

Como entrada, uma opção são bolinhos de bacalhau (seis a R$ 51) ou siri gratinado com um toque de azeite de dendê gratinado com queijo de produção local (R$ 29) e se quiser escolher outro prato principal, tem paella (R$ 108 para duas pessoas), moqueca (R$ 190) ou robalo (R$ 82) entre outras opções. O café (no estilo saudável) e o jantar podem ser servidos no apartamento.

Do outro lado da rua, tranquila e com pouco movimento, estão os apartamentos. O acesso aos apartamentos é por um corredor cercado de vegetação e eles estão à direita. As novas suítes, construções recentes e charmosas, ficam antes da casa da Fernanda, onde os quartos não têm lareira.

Praia do Rosa

Uma surpresa é a arrumação do quarto. No nosso caso, deixamos as malas no chão e saímos para bater perna. Na volta, estava tudo tão bem arrumado que deu vontade de contratar quem fez o serviço, que foi a Renata. Não fizemos a proposta: duvido que Renata quisesse trocar o Rosa por Curitiba…

O bom da Hospedaria das Brisas é que ela está a uns 10 minutos da Praia do Meio. O caminho – mistura de trilha com estrada e mais trilha – na descida merece cuidado pelo limo nas pedras. Mas nada que não seja possível de superar. Aliás, é uma pena que o acesso às praias estão mal conservados. Ruim para carros e pedestres.

E aí você entra no mundo da Praia do Rosa.

Fomos à Praia do Meio para almoçar e ansiosos para ver baleias franca.

Praia do Meio

Apesar de termos agendado o “encontro” elas apareceram tímidas, sem dar espetáculo, sem sair da água. Mas deu para vê-las e seus esguichos. Por isso se for para vê-las não esqueça de colocar o binóculo na mala.

A agência de turismo receptivo Ao Sul Natural oferece três quatro tipos de passeios para ver as baleias: Busca baleeira (de 3 a 4 horas), Caminhada nos berçários das baleias francas (2 a 4 horas), Safári Baleia (7 horas) e Hiking – Caminhada longa caminhos da baleia franca (8 horas). Por enquanto, os passeios de barcos estão suspensos.

Nasi Goreng

Aqui, indicamos duas opções para comer. A primeira é o Maram Beach Garden um espaço bem descolado. Entre as entradas quentes, tem o camarão maram (camarão crocante em crosta de panko, geleia de pimenta e creme azedo, R$ 89) e, como entradas frescas, o Vuelve a la vida (mix de frutos do mar, tomates, leche de tigre, cebola roxa e ervas frescas acompanhado de chips de batata doce, a R$ 58). Para prato principal indicamos o Nasi Goreng (R$ 78) um arroz frito, molho oriental, camarões, vegetais, ervas frescas, brotos de feijão, ovo marinado e crocante de nuts. É uma delícia! Para crianças, o prato kids (iscas de filé mignon, arroz, feijão e batata fritas) a R$ 38. A caipira deixou a desejar, infelizmente. Aguada e sem sabor.

Ao lado do Maram, o Coral Bar e Restaurante é mais tradicional no cardápio (e a caipira, servida como deve ser). A casquinha de siri é boa e custa R$ 15; tem o ceviche do dia (no nosso dia era de salmão), a R$ 70; por R$ 45 seis ostras gratinadas. No cardápio, além de carnes e massas, hamburgueres a partir de R$ 45 e uma caçarola de côngrio com arroz ao açafrão e ervilhas que serve duas pessoas, a R$ 140. Para o café, vá ao Café na Pureza que, além de um expresso tirado no ponto, tem sucos (também funcionais), açaí, shakes, smoothies e hamburgueres artesanais.

Outras opções são o Lola Restô Bar; Lua Marinha e Tigre Asiático.

Centrinho

No Centrinho é que está o oba-oba: as lojinhas com roupas na linha surfe e praia. A recomendação é ir a pé porque encontrar lugar para estacionar o carro vai ser difícil, principalmente na alta temporada. Um pouco mais afastada, está a Arte na Tribo que tem vários artigos místicos. É interessante dar uma olhada.

Se você for de carro, na volta não pode esquecer de se abastecer com frutos do mar. Aí, a dica é ir à Peixaria Casa do Camarão. Os preços são bem convidativos.

Um cuidado ao escolher sua hospedagem no Rosa. Chegamos de carro e observamos uma quantidade impressionante de placas de pousadas. Soubemos que são mais de trezentas, mas pouco mais da metade são, por assim, dizer, “oficiais”. A Hospedaria das Brisas tem cadastro no Cadastur junto ao Ministério do Turismo.

A Hospedaria fica a 90 km de Florianópolis e do seu Aeroporto Internacional; 370 km de Curitiba; 390 km de Porto Alegre e 755 km de São Paulo.

A Now Boarding ficou hospedada a convite da hospedaria.

Avaliação

$$$$$

Localização 90
Conforto 95
Serviço 95
Design 95

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS