AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.9 min

PUBLICADO EM

05/11/2014

O Uruguai guarda duas pérolas: Colonia del Sacramento e o Sheraton Colonia Golf & Spa Resort. A combinação dos dois ilustra com maestria uma paisagem de lua de mel.

Colonia del Sacramento é uma cidade graciosa. A parte antiga lembra cenário de filme de época, com ruelas de pedregulho e charmosas casas antigas de arquitetura colonial.

Enquanto a cidade esconde charmes a serem descobertos em deliciosas caminhadas turísticas, o Sheraton é feito de caprichos para mimar os hóspedes. A perfeição é notada desde a impecável arrumação do apartamento ao cuidadoso atendimento da equipe.

Uma boa ideia é jantar no restaurante do hotel e comer a sobremesa apreciando a bela vista da sacada do apartamento. Basta mencionar esta vontade e é claro que um funcionário levará a bandeja antes que você tenha tempo de pedir pelo favor.

As vastas opções de lazer do Sheraton Colonia Golf & Spa Resort incluem piscinas (externa e interna aquecida), um relaxante spa, recreação infantil e o imponente campo de golfe.

E por falar em golfe, o roteiro não pode deixar de incluir uma volta de carrinho de golfe pela ciudad vieja de Colonia. Há diversas locadoras pelo centro e eu garanto que o passeio vale o investimento.

Daniella Bittencourt Féder

Publicado no Aeroporto Jornal – novembro/2014

Colonia del Sacramento

A primeira e mais charmosa cidade do Uruguai. São 27 mil habitantes e 300 quarteirões de extensão. Foi fundada em 1680 por portugueses em pleno território espanhol. O que aconteceu: a Espanha possuía este território e os portugueses o ocuparam sem avisar a ninguém. Quando os espanhóis descobriram a invasão, no mesmo ano, os portugueses já não queriam mais sair da região. Ninguém queria largar o seu brinquedo e iniciou-se uma guerra que durou 97 anos. Não tinham aprendido a dividir.

Calce tênis e saia para um passeio a pé pela parte antiga de Colonia del Sacramento. Caminhe pela Calle de los Suspiros. Esta rua com cheiro de história preserva as construções originais nas casas feitas de barro e cal, quando não havia alvenaria. Repare nas suas telhas desiguais pelo feitio artesanal e no calçamento de pedras. Leia a matéria completa clicando aqui.

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS