home office e imagem pessoal
Karla Giacomet

Junto com a pandemia e o distanciamento social, veio a necessidade de aceleração da cultura digital, meetins por chamadas remotas, lives e, claro, home office. Vamos falar sobre home office e imagem pessoal?

Artigo: Karla Giacomet, consultora de imagem

Muitas pessoas têm me perguntado quais cuidados são importantes agora em relação à imagem pessoal: “Trabalhar em home office exige o mesmo cuidado de presencialmente ou são cuidados distintos? Dá para ficar bem à vontade?”.

Primeiro, precisamos lembrar que, quando falamos de imagem pessoal, não estamos falando somente de aparência, mas também do nosso comportamento e de todas as formas de comunicação, verbais ou não, sendo uma delas a aparência. 

Aparência

No ambiente virtual, uma parte da comunicação não verbal acaba sendo comprometida, segundo as conclusões de Gianpiero Petriglieri, professor do Insead, e Marissa Shuffler, professora da Universidade Clemson. Os especialistas se referem às chaves de comunicação que se perdem em uma videoconferência, como o tom de voz, uma parte das expressões faciais e os gestos físicos, por não serem tão evidentes em uma videoconferência. Com isso, ênfase ao verbal e à aparência ganham novas proporções.

Pensando em aparência, especialistas em imagem e comportamento seguem duas linhas de pensamento diferentes: a primeira diz que o recomendado é você se manter fiel à vestimenta usada no ambiente presencial, ou seja, se você trabalha de terno e gravata, ficará assim em casa; a outra linha – com a qual me identifico – defende ter uma certa preocupação com a imagem (nada de pijamas ou as famosas “roupas de ficar em casa”), mas entendendo que, se você está em casa, cabe aqui um maior conforto. Defendo essa ideia porque me parece mais autêntica, afinal, estar em casa de terno e gravata, soa um tanto quanto “montado”, você não acha? É tudo uma questão de coerência.

Então, na prática, temos duas realidades: os dias com reuniões e os dias sem reuniões. Para os dias com reunião, minha sugestão é que a roupa seja confortável – isso vem do tecido – e que não devemos estar muito diferentes dos dias mais informais do nosso trabalho, como a sexta-feira casual. No caso das mulheres, a make acompanha o mesmo raciocínio.

E para quem quase nunca tem reunião? Sei que dá preguiça, mas, ainda assim, vale muito a pena tirar o pijama. Mesmo para quem está de férias ou não está trabalhando, é importante lembrar que, da mesma maneira que a nossa aparência está transmitindo uma mensagem para os outros, o espelho também está nos enviando mensagens. Escolha se ver bem e receber positividade em troca.

karlagiacomet.com.br

Mais Imagem Pessoal em https://nowboarding.com.br/category/imagem-pessoal/

Publicado na Now Boarding – maio/2020