AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1 min

PUBLICADO EM

04/12/2020

E o primeiro voo do Boeing 737 MAX no Brasil, após liberação dos órgãos da aviação civil, aconteceu ontem (3), A Gol realizou um voo institucional para executivos e colaboradores.

Com a aplicação de todas as medidas de segurança, o grupo decolou do aeroporto de Congonhas com destino a Confins, especialmente em agradecimento ao trabalho incansável da sua equipe operacional da Gol Aerotech, a unidade de negócios especializada em manutenção, reparos, revisões de aeronaves e componentes e de onde estão sendo realizados os voos técnicos e de preservações dos Boeing 737 MAX.

Paulo Kakinoff, diretor presidente da companhia, e Celso Ferrer, vice-presidente de Operações, assim como o membro do Conselho de Administração, Joaquim Constantino, estiveram no voo acompanhados de suas famílias.

A Gol informou que, por deliberação própria e em linha com sua cultura de excelência em segurança, optou por exceder aos requisitos regulatórios e tem realizado múltiplos voos técnicos adicionais aos recomendados pelas autoridades aeroportuárias. Na semana que vem será realizado um voo com convidados e, posteriormente, terão início os voos comerciais.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS