AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.4 min

PUBLICADO EM

05/02/2015

Em um segmento por tradição masculino, a mulher mostra seu espaço no setor de cachaça. Pois, em 2013, Katia Alves Espírito Santo, proprietária da Cachaça da Quinta, ganhou, em Taiwan, a Grand Gold Medal (ouro duplo) no concurso Mondial Spirits Selection, uma das maiores competições internacionais de destilados.

Cachaça da Quinta
Foto: divulgação

A Cachaça da Quinta é produzida na Fazenda da Quinta, município do Carmo, no final da Região Serrana do Rio de Janeiro, em um vale próximo ao Rio Paraíba, com altitude em torno de 200 metros.

Em 1923, a propriedade foi adquirida por Francisco Lourenço Alves, um imigrante português, que aprimorou o processo de produção. O filho, José Ramos Alves, tornou-se o sucessor, tendo se dedicado cuidadosamente à Cachaça da Quinta, orgulho do município e muito apreciada na região e pelos visitantes vindos dos grandes centros.

Ele, por sua vez, conferiu lições avançadas à sua filha, Katia Alves Espírito Santo, que assumiu a produção, no início desse século, tendo ainda se especializado através de cursos e estudos.

Em 2009, inicia-se a trajetória da Cachaça da Quinta para os grandes centros urbanos, conquistando posição de destaque em lojas, restaurantes e bares, pela qualidade sensorial elevada e alto padrão em embalagem e design da marca.

A etapa seguinte não tardou a ocorrer, e a Fazenda da Quinta começou a exportar seus produtos para mercados exigentes, como os Estados Unidos. A Cachaça da Quinta celebrou 90 anos ano passado.

Outros sabores na editoria Sabores do Mundo

Publicado no Aeroporto Jornal – fevereiro/2015

Foto: Daniel Vogel/ Unsplash

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS