AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.7 min

PUBLICADO EM

05/05/2016

Numerosos hotéis de luxo em Viena possuem uma característica doce: seus próprios bolos.

Melhor exemplo disso é o hotel Sacher de Viena () com seu mundialmente famoso bolo Original Sacher.

O bolo (foto) é de chocolate macio com geleia caseira de damasco e com uma nobre cobertura.

Sem dúvida, é o bolo mais famoso de Viena e da Áustria.

A receita original data de 1832, um segredo do legendário Hotel Sacher Wien, localizado atrás da Ópera. O bolo foi “inventado” por Franz Sacher, que era cozinheiro-aprendiz na casa do Conde de Metternich. Hoje são produzidas manualmente mais de 360 mil unidades por ano. Um terço delas é consumida nos hotéis outro terço é adquirido nos pontos de venda e o último terço é comercializado pelo mundo afora.

Sigilo

Também a Torta Imperial possui uma receita secreta e uma lenda sobre sua origem. Ela foi supostamente criada por um ajudante de cozinha, que a preparou em 1873, em homenagem ao Imperador Franz Joseph I, por ocasião da inauguração do Hotel Imperial na Ringstrasse, em Viena. Seus ingredientes são camadas de amêndoas, recheadas de creme de chocolate, marzipan e glacê de chocolate.

A Torta Imperial pode, como o original bolo Sacher, ser também encomendada online e é despachada em caixinhas de madeira lacradas.

Já o Grand Hotel Wien se dedica a um outro clássico da arte vienense de confeitaria: o Grand Guglhupf. Ele é preparado com base em uma receita mantida sob restrito sigilo. Além de manteiga, açúcar, farinha e ovos, são requeridos, entre outros ingredientes, vinho tinto e canela para preparar o suculento bolo. O Grand Guglhupf é servido no hotel que fica no Kärntner Ring, e ele também pode ser levado para casa acondicionado em uma lata decorativa ou ser adquirido na loja online.

A rede de hotéis de luxo The Ritz-Carlton criou ano passado seu próprio bolo para os seus 86 estabelecimentos no mundo inteiro. O bolo Ritz-Carlton pode ser encontrado no estabelecimento vienense na Ringstrasse e une chocolate nobre escuro com pedacinhos frutados de laranja.

O hotel Hilton Vienna, localizado no Parque Municipal, rende homenagem a Gustav Klimt, famoso pintor vienense do estilo Art Noveau.

A torta Klimt tem três diferentes tamanhos.

É preparada sem farinha, mas leva cobertura de chocolate.

Biscuit

O Do & Co Hotel Vienna, na Praça de Santo Estêvão, se deixou inspirar para seu bolo Domspitz pelo topo da Catedral de Santo Estêvão, que fica em frente. O bolo de chocolate e semente de papoula com recheio de ameixa e cobertura de chocolate é encontrado em uma embalagem triangular que faz lembrar as telhas do famoso cartão postal vienense.

Também o Vienna Marriott Hotel, com a torta Ringstraße, se refere à sua localização na glamorosa avenida vienense. O fino bolo é à base de massa de biscuit, marzipan bruto, cascas de laranja cristalizadas e nougat de avelã. Quem assina a receita para o bolo do Altstadt Vienna (www.altstadt.at), no 7° Distrito, é a chef estrelada Sarah Wiener, que é hóspede frequente do hotel. A torta Otto é um bolo de chocolate com cobertura decorativa de chocolate e cereja cristalizada.

Publicado no Aeroporto Jornal – maio/2016

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS