AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.7 min

PUBLICADO EM

12/08/2020

A Azul Linhas Aéreas criou uma empresa para o mercado de aviação regional. A “Azul Conecta” será responsável por ampliar a malha aérea nacional tendo um de seus objetivos potencializar o turismo doméstico. Com uma frota de 14 aeronaves turboélice para transporte de passageiros e de três para carga, a empresa vai atuar em 36 destinos brasileiros.

O evento de lançamento, realizado no aeroporto de Jundiaí (SP), contou com o “batismo” de aeronaves e a apresentação da logo da empresa pelo presidente da companhia, John Rodgerson. Segundo ele, a ideia é ampliar ainda mais a malha e atingir destinos antes isolados do restante do país.

“Temos aeronaves pequenas, médias, grandes, supergrandes, cada uma alcançando as respectivas cidades de mesmo porte. Dessa forma, vamos transformar o Brasil e chegar a 200 destinos brasileiros”, destacou.

Durante a cerimônia, o Secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, reforçou que a nova empresa vai ser fundamental para reerguer o mercado aéreo e, também, para conectar passageiros de todos os cantos do país. “O Brasil possui mais de 5 mil municípios com grandes dificuldades e desafios logísticos. 200 cidades é o mínimo que podemos dar em termos de políticas públicas para a sociedade brasileira”, comentou.

Fonte: Ministério do Turismo

TwoFlex

Em maio a Azul anunciou a aquisição da Two Taxi Aéreo Ltda “TwoFlex”. O pagamento será realizado em até 30 parcelas mensais, sujeito a determinadas condições financeiras e operacionais, e um pagamento final de até R$ 30 milhões, que serão depositados como garantia em favor da companhia por um período determinado. O preço de compra total será de R$123 milhões.

A transação foi aprovada sem restrições pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica-CADE em 27 de março passado.

A TwoFlex era uma companhia aérea doméstica brasileira com sede em Jundiaí, São Paulo, fundada em 2013 e serviu de base para a origem da Azul Conecta..

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS