AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.1 min

PUBLICADO EM

05/03/2015
Antiguas Reservas Chardonnay
Foto: divulgação

O Antiguas Reservas Chardonnay é um produto especial da Cousiño Macul, que tem como característica marcante a harmonia da fruta com a acidez, o que lhe confere um sabor muito equilibrado. Seu processo de seleção, que começa na vinha com a restrição da produção da planta, continua durante todo o procedimento de vinificação, garantindo, assim, a exclusividade do sabor.

Elaborado desde 1969, é ideal para acompanhar pratos como sashimis, peixes gordos grelhados, como o albacora, atum e salmão tártaros e salmão defumado, além de massas com frutos do mar e creme de leite e legumes refogados.

Com acidez média ao paladar e com uma coloração dourada brilhante, o Antiguas Reservas Chardonnay é um vinho elegante, com um intenso e delicado bouquet, bem encorpado e de aroma frutado, com toques suaves de baunilha e realce para as frutas tropicais, como manga, goiaba e abacaxi maduro. Preço sugerido: R$ 50,00.

A vinícola

Parte de nossa produção tem suas raízes em um território que, há mais de 500 anos, foi utilizado para a produção de vinho. Juan Jufré é um dos primeiros nomes que aparecem na história do vinho chileno e, uma vez, o proprietário da terra onde atualmente está localizada a propriedade Macul. Ele foi contratado, na época da colônia e por ordem do rei da Espanha, para produzir a cepa e o moscatel do país para fornecer vinho para a Eucaristia e parte da sociedade chilena.

O primeiro Cousiño aparece 300 anos depois, quando em 1856 Matías Cousiño adquiriu os 1.000 hectares da Hacienda Macul. Em seguida, localizado principalmente no sopé da cordilheira dos Andes, território fértil e gentil que é alimentado, até hoje, naturalmente pelas encostas de Las Perdices e pelo canal de San Carlos.

Após a morte de Don Matías, seu filho Luis Cousiño herdou a terra e o sonho de iniciar uma produção familiar de vinho. Para isso, ele decide renovar as vinhas que foram cultivadas lá e, juntamente com sua esposa Isidora Goyenechea, ele traz da Europa as primeiras vinhas destacadas do vinhedo. O Cabernet Sauvignon e Merlot foram trazidos da região de Pauillac, o Sauvignon Verde e Cinza de Martillac e o Riesling da Alsácia, este último pessoalmente selecionado por Dona Isidora.

Mais sabores em https://nowboarding.com.br/category/gastronomia/

Publicado no Aeroporto Jornal – abril/2015

Foto do destaque: Jp Valery/ Unsplash

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS