AUTOR

TEMPO DE LEITURA

5.2 min

PUBLICADO EM

08/12/2020

Em viagem para os Estados Unidos em 2015, Costa Oeste, visitando San Francisco, Parque Nacional de Yosemite, Carmel, Big Sur, estivemos também em algumas vinícolas de Napa Valley, Russian, Valley e Geyserville. Foi muito agradável e prazeroso degustar vinhos especialmente das uvas Zinfandel e Cabernet sauvignon desta região americana.

Existem muitas opções de passeios pelas vinícolas com, inclusive, um trem turístico que sai de San Francisco. Mas como queríamos ver com mais detalhes a região vinícola, optamos por alugar um carro e ficar hospedados em Vallejo, distante 15 milhas de Napa.

Napa

Na cidade de Napa, 77 mil habitantes (censo de 2010), com bons restaurantes e boas lojas de vinhos já começa a degustação com os vinhos da região. Entrei em uma loja de Napa e já me encantei com um Cabernet sauvignon de Napa Valley – Trivium 2011. No Brasil este vinho custa aproximadamente US$ 80.

                                                                                            Loja de vinhos na cidade de Napa

Chimney Rock Winery

Dista 8 milhas da cidade de Napa. A Chimney Rock Winery fica em uma bela região com vista ampla da bela paisagem.

                                                                                         Fachada vinícola Chimney Rock

Era época de Thanksgiving Day e a decoração na sala de degustação era alusiva a data.

                                                                                    Degustação de vinhos na Chimney Rock

Começamos um vinho branco fantástico, o Elevage Blanc 2012. Depois degustamos ótimos vinhos tintos: Elevage Bordeaux 2012, SLD Cabernet sauvignon 2009, SLD Merlot 2011 e Young Vines 2009 Varientals.

No início do tour pelas vinícolas, combinamos que um de nós fazia degustação e o outro dirigia. Mas observamos que os americanos não faziam desta forma. Degustavam e dirigiam em baixa velocidade, tomando os cuidados devidos. Daí, fizemos o mesmo!

Castello di Amorosa

Belíssimo castelo com sala de degustação decorada com lindas pinturas nas paredes e ótimos vinhos.

                                                                                                      Castello di Amorosa

Fiquei tão absorta com as instalações do Castello di Amorosa que não anotei os vinhos da degustação. Mas quando tiver oportunidade de tomar um vinho desta vinícola, certamente farei.

                                                                              Sala de degustação no Castello di Amorosa

Beringer

A Beringer é mais uma bela vinícola com ótimos vinhos. As instalações parecem de um resort, com grupo musical, sala de degustação com muitas pessoas, loja de vinho com souvenirs.

                                                                                                                   Beringer

Degustamos ótimo Sauvignon blanc, Zinfandel, Cabernet sauvignon e Merlot.

Na loja World Wine do Shopping Pátio Batel, em Curitiba, tem o vinho da uva Zinfandel por R$ 150,00 e o Cabernet sauvignon por R$ 176,00.

Robert Mondavi

Este nome – Robert Mondavi – é respeitado no mundo dos vinhos e minha expectativa era enorme.

                                                                                                                Robert Mondavi

                                                                                                  Entrada da vinícola

O lugar é tão bonito, com muitas áreas de lazer, sala ampla de degustação, lojas com artigos lindos e, o principal, ótimos vinhos.

Degustei PNX 2013 blend, Momentum 2012 e o delicioso Oakville District Cabernet sauvignon 2012.

Domaine Carneros/Taittinger

O primeiro dia de visitas às vinícolas estava finalizando e decidimos encerrar com chave de ouro na Domaine Carneros tomando três tipos de espumante Taittinger: Rosé 2012 (muito bom), Blanc 2011 (maravilhoso) e o Blanc de Noir 2012.

                                                                                                      Domaine Carneros

                                                                                  Degustando na varanda três tipos de espumante

Na Adega Brasil, da Av. Candido Hartmann, em Curitiba, ainda pode-se encontrar a Taittinger brut por R$ 299,00, mas a Taittinger Rosé já está com o preço novo a R$ 519,00.

Francis Coppola/Geyserville

 Acordamos cedo no dia seguinte e pegamos a estrada para a famosa vinícola do Francis Ford Coppola em Geyserville (65 milhas distante de Vallejo). Passamos o dia na vinícola, com almoço na varanda com vista para os vinhedos.

O charme desta vinícola já começa no estacionamento, com belos jardins.

As instalações são de “cinema”, com salas cheias de objetos dos filmes do Coppola.

Tem área de piscinas com vestiários, restaurantes ótimos e vinhos muito bons.

                                                                                                    Francis Ford Coppola

                                                                          Vinhedos no Francis Ford Coppola Winery

Vinhos degustados: Chardonnay 2007 (muito bom) e um maravilhoso Cabernet Sauvignon.

Marimar Estate/Família Miguel Torres

Eu tinha uma meta ao escolher esta vinícola do Russian Valley. Como pertence à família espanhola Miguel Torres que já conhecia ao visitar a vinícola na Espanha (Penedes) e no Chile (Vale do Curicó), queria degustar os vinhos americanos da Família Torres!

                                                     Sala de degustação na Marimar Estate, Família Miguel Torres

Gostei muito do sabor dos vinhos Pinot Noir e Cabernet sauvignon.

Quando eu abro uma garrafa de vinho da Miguel Torres sei que tem uma qualidade envolvida e provavelmente vou apreciar muito.

A Grand Cru tem vinhos da premiada Paul Hobbs Winery que não tivemos oportunidade de visitar nesta viagem para o Napa Valley, mas que vale a pena degustar, principalmente o Cabernet sauvignon, se o preço couber no seu bolso.

Tim tim!!!

Bete Yang, é Engenheira Civil, formada em 1975 pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é enófila desde 1996 quando visitou região vinícola de Stellenbosch na África do Sul. Fez cursos de vinhos em Curitiba, no Vale dos Vinhedos (RS), na Associação Brasileira de Sommeliers/RJ, em Rioja (Espanha) e na Ecole du Vin de Saint-Émilion (França). Desde 2017 atua como coordenadora do Viniep (Confraria de vinho do IEP- Instituto de Engenharia do Paraná). Visitou mais de 140 vinícolas na Europa, América do Norte e do Sul, África do Sul e Oceania. bete_yang@yahoo.com

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS
  1. Carlos Medina 9 de dezembro de 2020 at 03:49 - Reply

    Parabéns Bete, bela reportagem com interessantes dicas dos vinhedos da Napa Valley.