AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.1 min

PUBLICADO EM

03/07/2020

A Secretaria de Turismo de Portugal, Rita Marques, conversou com jornalistas brasileiros na conferência “A nova onde de turismo em Portugal”. A Now Boarding participou e soube o que aquele país está fazendo para voltar a receber turistas.

Rita apresentou os números que o setor de turismo representa para Portugal: a atividade é responsável por 1,8% do PIB e gera 9% dos empregos do país – quase quatrocentos mil trabalhadores.

Portugal, disse a secretária, foi o primeiro país da União Europeia a cumprir todas as normas sanitárias, e os números enquanto se escreve essa matéria são: 13.134 casos ativos, 1.598 mortes e 28.424 recuperados.

A vizinha Espanha apresentava esses números: 118.864 casos ativos, 28.385 mortos e 150.376 recuperados.

Ela disse que uma segunda onda está sendo verificada no momento próxima a Lisboa em “regiões de menor poder aquisitivo e que estes locais estão identificados e sendo monitorados”.

Completou dizendo que “estamos num platô mais baixo que nos meses anteriores” e afirmando que “infelizmente não vai ser possível aqui e em outros países, zero óbito e zero internamento”.

Consulte, antes de viajar

Sobre o turismo, destacou que o Brasil é o quinto maior emissor de turistas para Portugal e que mesmo durante a pandemia “nunca deixamos de voar para o Brasil”.

Disse que o país está aberto aos brasileiros, ressaltando que a “viagem deve ter uma razão válida”. Pediu que antes de viajar o interessado contate a Embaixada ou Consulados para verificar se consegue permissão para embarcar. Afirmou que mesmo com a autorização, só embarcam passageiros que apresentarem laudo de exame negativo para Covid-19 feito até 72 horas antes do embarque. Esse teste deve ser o de PCR que “é mais confiável”.

A TAP está operando voos de São Paulo e Rio de Janeiro para Lisboa.

Hoje (3 de julho) uma passagem ida e volta, a partir de São Paulo, com dia 16 de julho (quando as restrições impostas devem terminar) e volta dia 23 está por R$ 8,1 mil.

Na Latam, a passagem no mesmo período está R$ 12 mil e na Azul, para essa data não há voo programado.

Rita informou que em julho existe a expectativa, no setor aéreo em Portugal, de se atingir 50% do fluxo, se comparado com julho de 2019.

Ela diz ter esperança de que tudo possa ser resolver “porque depende só de nós” e vê com otimismo 2021 “com o retorno dos turistas e estudantes brasileiros”.

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS