AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.6 min

PUBLICADO EM

11/10/2021

Abriu sábado, 9 de outubro, o Museu Subaquático de Bonito, o único do mundo em um ambiente de água doce. Bonito fica a 300 km de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

O museu foi instalado em um grande lago com cerca de 4 metros de profundidade, dentro do complexo de ecoturismo da Nascente Azul.

A principal proposta do museu é a integração da arte com a natureza, além de ser um espaço onde os artistas podem se expressar sobre temas relacionados ao meio ambiente, como a sustentabilidade e a preservação da natureza, estimulando o visitante a refletir sobre esses importantes assuntos.

Divulgação

Na primeira exposição, chamada de CICLOS, há um circuito de estátuas submersas assinadas por artistas locais, que vão explorar de forma crítica as dinâmicas presentes na relação entre a humanidade e a natureza. Em meio às obras de arte, estará a rica biodiversidade aquática que é característica do local, com peixes de diferentes espécies, como o piraputanga, o pacu, o lambari, o dourado, o piau e tantos outros.

Para conhecer o Museu Subaquático de Bonito, o visitante deverá realizar o mergulho com cilindro, uma das experiências já oferecidas na Nascente Azul. É o único mergulho do Brasil certificado com o ISO 21101 emitido pela ABNT, que trata do sistema de gestão da segurança no turismo de aventura.

Por ser realizado em um ambiente controlado, o mergulho na Nascente Azul não requer nenhum tipo de curso ou certificado prévio e é indicado inclusive para iniciantes. Os grupos, compostos por até quatro pessoas, são acompanhados por um instrutor credenciado e crianças a partir de 10 anos já podem mergulhar.

Para aquisição do passeio, basta entrar em contato com as agências locais.

Fonte: Assessoria de Imprensa

 

 

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS