AUTOR

TEMPO DE LEITURA

2.9 min

PUBLICADO EM

14/01/2022

O Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, ganhou destaque internacional nesta semana. O local foi incluído em uma seleta lista que elenca 52 lugares para se visitar em 2022 divulgada anualmente pelo jornal norte-americano The New York Times. Este ano, a publicação trouxe um olhar diferente, voltado para o meio ambiente, escolhendo destinos onde o turista pode fazer parte da solução relacionada a questões climáticas. O atrativo brasileiro participa do ranking ao lado de renomados destinos como Mônaco; Kyoto, no Japão; e Normandia, na França. Veja a lista completa AQUI.

O jornal realçou as belezas naturais da Caatinga, bioma predominante da região, com seus cânions e cactos, além da joia arqueológica presente no parque que dá indícios de como os humanos chegaram às Américas. “O que distingue este parque nacional de inúmeras outras paisagens brasileiras de tirar o fôlego são os restos arqueológicos e artísticos de humanos antigos que muitos pesquisadores acreditam ter chegado há mais de vinte mil anos”, diz o texto.

Serra da Capivara. Foto: Nelson Yoneda

A publicação destaca ainda o Museu do Homem Americano e o Museu da Natureza, localizados no parque, e as recentes melhorias feitas nas dependências do local para melhor receber os turistas.

“Novos sítios arqueológicos foram preparados para visitação, novos banheiros para visitantes foram instalados e, mais notavelmente, uma impressionante escada fechada de 60 pés (cerca de 18,2 metros) em um penhasco íngreme, inaugurada em outubro, permitindo um acesso mais seguro e muito mais rápido aos visitantes”, comenta o jornal, se referindo ao novo atrativo que oferece uma vista panorâmica do alto da Chapada Boqueirão Borges.

Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, a divulgação contribui para a promoção do país no Exterior e posiciona o Brasil como um importante destino de natureza, principalmente no período pós-pandemia. “É mais um reconhecimento internacional dos nossos destinos de natureza, o que faz com que, no pós-pandemia, o mundo se interesse ainda mais pelo Brasil e veja que, o que nós temos de belezas naturais, nenhum outro lugar no mundo tem”, ressaltou.

Acesso para cadeirantes

Intitulado Patrimônio Mundial da Unesco desde 1991, o Parque Nacional da Serra da Capivara reúne mais de mil sítios arqueológicos – uma das maiores concentrações em todo o mundo -, sendo 173 abertos à visitação e dezessete acessíveis a cadeirantes. O local guarda os vestígios mais antigos da presença do homem nas Américas.

Em 1993, o Parque passou a constar do Livro de Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico, do Iphan. Na área tombada foram localizados cerca de quatrocentos sítios arqueológicos. A maioria deles contém painéis de pinturas e gravuras rupestres de grande valor estético e arqueológico. A área faz parte de um dos 63 parques nacionais do Brasil e está entre as dez que protege a caatinga, sendo constituída de quase 40% da caatinga protegida no país.

Com uma área de aproximadamente 130 mil hectares, está localizado no Sudeste do Estado do Piauí e ocupa parte dos municípios de São Raimundo Nonato, João Costa, Brejo do Piauí e Coronel José Dias. A distância que o separa da capital do Estado, Teresina, é de 530 quilômetros.

Vanessa Castro, Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS