AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.4 min

PUBLICADO EM

05/10/2017

Há quem diga que viajar é “trocar a roupa da alma” e, é claro, que ela precisa se alimentar. Por isso, neste mês, eu te proponho uma viagem por alguns sabores inesquecíveis que marcaram meu passaporte recentemente, do tipo “preciso voltar a esses lugares apenas para comer estes pratos”.

Cartagena, Colômbia

Foi na badalada cidadela medieval de quase 500 anos que provei um risoto negro (foto que abre a matéria) como jamais encontrei em nenhum outro lugar do mundo! É servido no restaurante Perú Mar, e leva camarões com uma bela posta de atum selado junto de temperos marcantes. Serve 2 pessoas se você ‘compartir’ um ceviche igualmente delicioso antes! Calle Santo Domingo, 33-41, dentro da cidade amuralhada.

Santiago, Chile

Você vai torcer o nariz para o que eu falar agora, mas carne de cavalo é deliciosa! No restaurante Peumayén, o chef Juan Manuel Pena Passaro serve pratos ancestrais das tribos Mapuche e Rapa Nui, que habitavam o país antes da chegada dos colonizadores. Um deles é o “cahuello” (carne de cavalo) com purê rústico de milho e um ovo de gema mole em cima. Curioso e saboroso! Constitución, 136, Providencia.

Curitiba, Brasil

Toda viagem tem uma volta, e aqui em Curitiba a recém aberta Tartuferia San Paolo serve tudo, tudo mesmo, com trufas italianas, até mesmo os drinks! Um deles, o Bramble All Tartufo, leva licor de framboesa, gim Bombay, suco de limão, xarope de açúcar e redução de aceto balsâmico com trufa negra. Praça da Espanha, Batel.

Juliano Maia, crítico gastronômico do Minha Gula

Publicado na Now Boarding – outubro/2017

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS