AUTOR

TEMPO DE LEITURA

1.1 min

PUBLICADO EM

27/06/2022

Em mais uma medida de flexibilização no processo das regras sanitárias em relação a Covid-19, o Chile acaba de revogar a obrigação do turista contratar seguro médico para viajar ao país vizinho. A decisão foi baseada na reciprocidade aplicada nas relações internacionais, mas ressalta a recomendação do seguro como garantia de cobertura de assistência médica para qualquer eventualidade durante a visita ao Chile.

CHILE: Novo aeroporto para receber os turistas

Com esta nova decisão, não há restrições para viajar para o Chile, sendo necessário fazer o preenchimento eletrônico do formulário “Declaração Juramentada para Viajantes” até 48 horas antes do embarque. Os testes de diagnóstico para a detecção da Covid-19 não são obrigatórios, mas continuam sendo realizados aleatoriamente e a homologação das vacinas é voluntária, mas é recomendável que seja feita, uma vez que ela é necessária para acessar o Passe de Mobilidade que é pedido para entrar nos hotéis, restaurantes, teatros e outros serviços de lazer e turismo. O prazo máximo para resposta da solicitação é de 48 horas – caso não ocorra neste prazo, automaticamente será habilitado um passe de mobilidade temporal por 96 horas.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Compartilhe essa história:

COMENTÁRIOS