O Grand Canyon francês

Poucas pessoas sabem, mas na França existe um canyon gigantesco e muito bonito. Ele pode não ser tão grande quanto o americano, mas é um dos lugares mais impressionantes que eu já visitei.

Eu estava planejando o caminho para ir de Nice para Aix-En-Provence. Podia só jogar no GPS e seguir o caminho que ele decidisse. Mas, como parte da graça da viagem era escolher os caminhos mais bonitos, não os mais rápidos, eu entrei no Google Maps e saí procurando o caminho mais interessante.

LacSainteCroix

Enquanto fazia isso, descobri um lago muito grande no sul da França. Era o Lac de Sainte-Croix (Lago Santa Cruz). Logo me interessei e comecei a pesquisar. Nas primeiras fotos, já vi que a cor da água era bem diferente. Meio que um turquesa esverdeado. E descobri que esse lago não era qualquer lago, ele vinha de um canyon gigante.

O Canyon du Verdon (ou Gorges du Verdon) tem 25km de comprimento e, impressionantes, 700 metros de profundidade. Não dá nem para imaginar direito o que isso significa. Pior, você se depara com isso no susto.

Na subida, começa com estradas bem largas, muito boas de dirigir. Mas a medida que você vai ficando mais alto, as ruas começam a ficar mais estreitas.

E quando você menos espera, dá de cara com uma queda gigantesca. Nem guardrail tem. Só uma muretinha de uns 30cm colada no asfalto.

CanyonDuVerdon

 

E essa estrada que você vê, é de mão dupla. Precisam passar dois carros lado a lado e depois da mureta, é uma queda gigantesca. Quem mais sofre é o passageiro do carro que fica mais próximo à beirada. No meu caso, era a minha mãe. Ela passou uma boa parte do trajeto evitando olhar pela janela. A qualidade do asfalto é espetacular, o problema é a largura da pista, além das curvas fechadas.

Passei um bom tempo atrás de um ônibus sem conseguir ultrapassar. Mesmo sem carros no sentido oposto. Só ultrapassei numa hora que tinha uns dois metros de grama do lado oposto da estrada. E tive que colocar duas rodas fora do asfalto. Tem que ter paciência e não se desesperar.

Além disso, é importante ter tempo sobrando. Não existem alternativas quando você entra nas encostas do canyon. Só dá pra ir para frente ou para trás. Então é bom não ter horário marcado para não ficar desesperado atrás de um ônibus.

Não tem como mostrar em uma foto a profundidade do canyon. Acabei achando uma que mostra só um pedaço do paredão, com duas pessoas se abraçando (circuladas em amarelo), para usar como referência.

GorgesDuVerdon

 

Parece grande, mas é MUITO maior ao vivo.

Existem três cidades onde você pode alugar barcos, caiaques, windsurf, vários esportes aquáticos. BauduenLes Salles-sur-VerdonSainte-Croix-du-Verdon. Pela minha pesquisa, a última é a que mais tem opções de equipamentos para aluguel.

Barcos

 

A única cidade que eu visitei, foi Bauduen, já no final do meu caminho. É uma cidade muito pequena (309 habitantes) entre o canyon e o lago.

Bauduen

 

Foi ótimo dar uma parada em um lugar tão bonito no final de uma estrada tensa. Aproveitei e tomei um drink tipicamente francês, Diabolo Menthe. Que é água com gás e xarope de menta. Muito refrescante.

DiaboloMenthe

Além isso, você pode fazer várias trilhas a pé e até pedalar. Vi centenas de ciclistas MUITO corajosos na região. Vários grupos que dividiam o pouco espaço da estrada com os carros. Mas se você quiser fazer isso, vá preparado (fisicamente e equipado) e em grupo.

É um lugar sensacional. Você nem precisa dormir lá. É só passar pelo canyon e pelo lago. Foi um dos lugares mais bonitos que eu já visitei. Mas recomendo fortemente que você vá no verão e sem chuva. Além da estrada ser meio perigosa, o visual fica muito melhor com sol.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/luize752/public_html/nowboarding.com.br/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273