Cidades fantasma no Brasil

Durante a minha pesquisa pro post de ontem, sobre cidades fantasma, descobri uma coisa muito curiosa. Existem cidades fantasma no Brasil. Na Wikipedia, listaram 10 delas. E essas são as que achei mais interessantes.

Igatu era uma cidade baiana, na Chapada Diamantina, que vivia da extração de Diamante. A história é a mesma de várias cidades fantasma. Acabaram os diamantes, a cidade foi se esvaziando. Atualmente até vivem cerca de 300 habitantes lá, não é completamente deserta, e vive do turismo. Até é conhecida como Machu Picchu baiana, por causa das ruínas de pedra que sobraram das antigas construções.

Airão era uma cidade, às margens do Rio Negro (no Amazonas) que vivia da exploração do látex. Durante a Segunda Guerra foi uma vila muito importante por ser a principal fornecedora de borracha pros Aliados. Mas depois da guerra, os ingleses passaram a comprar o látex da Malásia, que era colônia inglesa. A cidade faliu, surgiu uma lenda de que a população estava sendo comida por formigas (diz a Wikipedia…), boa parte da população foi para Manaus, mas 108 habitantes se mudaram para Vila de Itapeaçu, que passou a ser chamada Novo Airão. À partir de 1985, quando o último habitante deixou a cidade, a marinha começou a usar o lugar como alvo para treinos.. Mas em 2005 ela foi tombada pelo IPHAN e sete famílias foram para lá, construíram suas caras ao redor das ruínas e vivem dos turistas que visitam (Novo?) Velho Airão.

São João Marcos (RJ) foi uma cidade importante no século 19, vivendo da produção de café, chegando a 20 mil habitantes. Mas com a abolição da escravidão, os fazendeiros não se adaptaram. Com a crise do café, a população diminuiu para 7 mil pessoas. O Rio de Janeiro precisava de mais energia por conta do crescimento da cidade. A solução era represar uma grande área e construir uma hidrelétrica. Com isso, inundaram as maiores fazendas da região acabando com o que ainda restava de produção cafeeira. Em 1938 a cidade foi tombada pelo SPHAN, mas dois anos depois aconteceu o primeiro “destombamento” da história. Mais uma vez por causa da hidrelétrica, dessa vez para aumentar a represa. Expulsaram os moradores e demoliram a cidade (não entendo o motivo, já que ia ficar submersa mesmo). Com isso, só faltava alagar. E quando isso aconteceu, o nível da água ficou muito abaixo da cidade. Os ex moradores ficaram indignados, já que a demolição era desnecessária. Se a cidade não ficou alagada, não tinha poque terem destruído tudo. Solução? Fechar as comportas, deixar a água subir acima do nível de segurança e quase destruir a represa. Com isso molharam um pouco as ruínas da cidade para justificar toda a confusão. Depois disso, o nível da água nunca mais voltou a alcançar a cidade. Sobraram as ruínas, uma ponte, o cemitério e alguns calçamentos na margem da rodovia RJ-149, entre Rio Claro e Mangaratiba.Em 2011 foi inaugurado o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, para resgatar a história da cidade destruída.

Mas a história mais curiosa, é de uma cidade que nasceu quando Henry Ford (é, o fundador da Ford mesmo) queria extrair látex para produzir os pneus dos carros da empresa dele. Veio ao Brasil, e comprou uma grande área no Pará. Mas uma cidade de um cara chamado Ford no Brasil só poderia ter um nome, Fordlândia. Sério. O problema é que a terra era infértil. Além disso, eles não especialistas na agricultura do local. Os funcionários eram tratados na cultura americana, não como estavam acostumados. A alimentação era baseada em hambúrguer. E isso tudo fez com que a produtividade fosse muito baixa e gerou atritos com os gerentes. A briga foi tão grande que os funcionários se revoltaram e quem gerenciava o processo teve que se esconder na selva até o exército brasileiro chegar e restabelecer a ordem. Depois ainda tentaram ir para uma outra região, mas acabaram mudando os planos e passaram a fazer pneus com derivados do petróleo. Um prejuízo de 20 milhões de dólares (que era muito maior nas décadas de 30 e 40) e uma cidade abandonada. E tem até livro sobre essa cidade “Fordlândia – A ascensão e a queda da cidade perdida na selva de Henry Ford”.

 

Fontes:

Mistérios do Mundo

Wikipedia


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/luize752/public_html/nowboarding.com.br/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273